sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana pede investigação sobre denúncias de ameaças contra o jornalista Mauri König


A presidenta do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), ministra Maria do Rosário, encaminhou nesta quarta-feira (19) ofício ao governador do Paraná, Carlos Alberto Richa, pedindo providências a respeito das denúncias de ameaça de morte contra o jornalista Mauri König.


König é repórter do jornal Gazeta do Povo e diretor da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), que divulgou nota informando que na segunda-feira (17) diversas pessoas telefonaram ao jornal, em Curitiba, e fizeram ameaças diretas e alertas sobre ataques que estariam sendo planejados contra repórteres. “Mauri König foi citado nominalmente: sua casa seria metralhada”, diz um trecho do documento divulgado pela Abraji.

O ofício assinado pela ministra solicita providências e informações sobre o andamento das investigações das ameaças. O mesmo documento foi encaminhado ao procurador-geral da República e ao superintendente regional da Polícia Federal no Paraná.
O Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana é um órgão colegiado integrante da estrutura da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que tem por finalidade a promoção e a defesa dos Direitos Humanos, zelando pela aplicação das normas que os asseguram e determinando ações para evitar abusos e lesões a esses direitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário